Fotografia de arte ganha espaço em Salvador

Fotografia de arte ganha espaço em Salvador

Abertura de galeria voltada exclusivamente para arte fotográfica sinaliza potencial de crescimento do mercado

Natália Reis e Vanice da Mata 

Quando começou sua coleção de fotografias há sete anos, o fotógrafo Ricardo Sena, sócio da Alma Galeria Fineart, não podia imaginar que sua paixão pela imagem se transformaria num modo de ganhar a vida. Especializada em fotografia de arte em Salvador, a galeria inaugurada em setembro deste ano é atualmente a única voltada exclusivamente para comércio deste tipo de manifestação artística na cidade e pretende ser uma aglutinadora da produção fotográfica de artistas, principalmente os do Estado.

A aposta de Sena no negócio se deu em função do que ele entende ser uma tendência de aumento da procura pela fotografia de arte na Bahia. “É até difícil falar que existe mercado da fotografia de arte em Salvador, porque a demanda pode não estar sendo mostrada, mas pode estar esperando a gente provocá-la”, pondera. Antes de empreender no mundo da fotografia, Sena liderou equipes de planejamento estratégico em grandes empresas de telecomunicações. “Percebi que em outras capitais havia espaços dedicados à fotografia e aqui, em Salvador, não tinha, e isso me incomodava, principalmente porque a Bahia tem uma produção e expressão cultural muito forte”, observa.

Ricardo Sena, sócio da ALMA Galeria Fineart | Foto: Natália Reis

O fotógrafo não é o primeiro a investir no mercado de fotografia de arte na cidade. Outro projeto semelhante nos últimos anos foi a Galeria do Olhar, do empresário Armando Correia Ribeiro, no Trapiche Adelaide, no bairro do Comércio. A galeria funcionou entre 2003 e 2010, tendo suas portas fechadas quando o Trapiche transformou-se num complexo de apartamentos de luxo.

A Alma possui em seu acervo nomes importantes da fotografia produzida a partir da Bahia como Aristides Alves, Christian Cravo e Hirosuke Kitamura, além de fotografias do próprio Ricardo Sena e de seu sócio, Bruno Ribeiro.

Share