ARQUIVO ID126 – 2014.2 – ED. 01 / DOSSIÊ: VÍCIO, COMPULSÃO E FANATISMO

ARQUIVO ID126 – 2014.2 – ED. 01 / DOSSIÊ: VÍCIO, COMPULSÃO E FANATISMO

Muitos não conseguem controlar seus impulsos e ficam dependentes de algo. E não só sua vida muda, mas também a de pessoas que estão ao seu lado. Já parou para pensar nas suas manias e no quanto é capaz de controlá-las? Nós do Impressão Digital 126 somos dependentes do jornalismo e não conseguimos ou queremos nos controlar. Neste dossiê, você saberá mais sobre os viciados em sexo, dispositivos móveis, modificação de carros, adrenalinadrogas (ilícitas e lícitas). Trazemos, inclusive, um teste para você descobrir se seu desejo sexual extrapola os limites. Os fanáticos por religião, política e futebol também aparecem em nossa produções. Já os compulsivos estão entre os que compram demais, não saem da academia, não param de mentir ou de roer as unhas. Como já dissemos, somos viciados, compulsivos e fanáticos por informação e este dossiê é para você que é, conhece ou já ouviu falar de alguém assim.

Vício em Sexo: quando prazer é fonte de angústia
Insaciáveis, ninfomaníacos são mais comuns do que se imagina

Fanatismo: do silêncio ao grito
Mais antigo que qualquer ideologia ou fé no mundo, o fanatismo se mantém presente nas mais diversas instituições sociais

Fatores emocionais e culturais estimulam o consumo compulsivo
Compra muitas vezes é utilizada como uma compensação de faltas emocionais, insegurança e inabilidade social

Mentir pode se tornar um vício e trazer problemas de personalidade
Traumas de infância, baixa autoestima e insegurança podem ser as causas

Alimentação regrada e exercício físico: até quando é saudável?
Busca por uma vida saudável chama a atenção pelo exagero e quantidade de adeptos

Tire a mão da boca, menin@!
Hábito compulsivo de roer as unhas está ligado a diversos fatores, como ansiedade, depressão e transtornos alimentares

Vício em smartphone. Foto: Adele Audisio/Labfoto

Vício em dispositivos móveis cresce 123% em um ano
Em um ano número de viciados saltou de 79 milhões para 176 milhões em todo o mundo

Máquinas reunidas
Viciados expõem seus carros e trocam informações em encontros automotivos

Vício em drogas causa perdas aos usuários
Mesmo com recuperação possível, o corpo mantém marcas deixadas pelo vício

Prazer ao extremo: vício em adrenalina
Produzido pelo corpo em momentos de estresse ou grandes esforços, hormônio pode causar dependência

Share