ARQUIVO ID126 – 2015.1 – ED. 03 / DOSSIÊ: TRANSPORTES

ARQUIVO ID126 – 2015.1 – ED. 03 / DOSSIÊ: TRANSPORTES

Como atravessar a cidade de maneira rápida e segura, para assim aproveitar melhor o dia e ganhar qualidade de vida? Esta é uma pergunta comum às milhares de pessoas que utilizam sistemas de transporte (público ou particular) – para se locomover nas grandes cidades – e das empresas e governo. Os diversos congestionamentos diários, riscos de assalto e ineficiência do transporte público estão entre as queixas dos usuários que lidam diretamente com as limitações dos sistemas. Diante disso, o Impressão Digital 126 elaborou um dossiê temático sobre transportes a fim de discutir as atuais formas de se mover pela cidade. Com a consciência ecológica que vem sendo difundida ao longo das últimas décadas, o transporte limpo é mais do que uma alternativa para fugir dos problemas do sistema: é também uma forma de preservar o planeta, ao evitar a emissão de gases poluentes. De bicicleta, skate ou a pé, mover-se sem trazer problemas ecológicos já faz parte do cotidiano de algumas pessoas e aos poucos os meios alternativos deixam de ser vistos como meio apenas para lazer. Em Salvador há espaço para tudo, inclusive para o transporte com uso de animais. Na esfera político-administrativa, projetos de melhorias e ampliação dos sistemas de transporte já existentes e a criação de novos, como a ponte Salvador-Itaparica, dividem opiniões. Entre lanchas, ferries, ônibus, trem e metrô o ID126 aprofundou a temática e traz para os seus leitores um breve panorama do setor que é amplamente discutido no cotidiano dos brasileiros.

Foto: Fernando Gomes

Mesmo com os problemas da cidade, o uso do skate como método alternativo de transporte vem ganhando força
 
A rotina de quem resiste à modernização e mantém a tradição de usar animais como meio de transporte
 

A bicicleta é um meio alternativo para quem precisa se locomover em Salvador

A ponte, que tem previsão de entrega em 2020, é destaque no projeto de desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Governo

A lancha de Mar Grande a Salvador é o principal transporte para os nativos de Vera Cruz que precisam trabalhar na capital, mas dependem do balanço da maré para seguir viagem na Baía de Todos os Santos

Programas gratuitos para celulares facilitam o cotidiano de quem anda de ônibus na cidade

Foto: Eliel /Flicker

Foto: Eliel /Flicker

A visão de passageiros que utilizam o transporte diariamente

Salvador possui sete estações de ônibus e atende um público diverso. Somente nas estações da Lapa e Pirajá trafegam diariamente cerca de 590 mil pessoas

Número de roubos a veículos e a ônibus cresceu nos últimos anos

Portadores de deficiência têm que enfrentar obstáculos diários para se locomover na terceira maior cidade do país


Compartilhe Agora!